Conhecendo a Cabocla Jurema: a protetora da natureza na Umbanda

Cabocla Jurema

Na Umbanda, a Cabocla Jurema é uma das entidades mais veneradas e respeitadas. Ela é vista como uma espécie de mãe protetora da natureza e é associada ao culto às árvores sagradas. Muitas pessoas acreditam que ela tem poder para curar doenças e proteger as pessoas da violência.

O culto às árvores sagradas é uma prática comum em muitas culturas e religiões, e é especialmente importante na Umbanda. As árvores são vistas como símbolos de vida, força e sabedoria, e são frequentemente associadas com deidades protetoras e curadoras.

Na Umbanda, as árvores sagradas são frequentemente associadas com a Cabocla Jurema, que é vista como a guardiã dessas espécies.

Além disso, as árvores sagradas são frequentemente usadas como lugares de meditação e oração. Muitas pessoas acreditam que essas árvores possuem uma energia espiritual especial e que estar perto delas pode ajudar a equilibrar as energias do corpo e da mente.

É importante notar que o culto às árvores sagradas não se limita a Umbanda, mas também é encontrado em outras religiões e tradições, como o Xamanismo, o paganismo, e outras culturas indígenas. Em muitas dessas tradições, as árvores sagradas são vistas como fontes de vida e sabedoria, e são frequentemente associadas com deidades protetoras e curadoras.

O culto às árvores sagradas é uma prática antiga e respeitada, que tem raízes em muitas culturas e religiões diferentes. É uma forma de homenagear e se conectar com a natureza, e acredita-se que essas árvores possuem poderes curativos e protetores, além de serem fontes de sabedoria e inspiração.

Na doutrina dos Sete Reinos Sagrados o culto as arvores sagradas, tem forte ligação com as vibrações do quinto reino, o reino das matas.

A energia deste reino recebe a denominação de Caá Pyatã e é muito estudada na escola iniciática do Caboclo Mata Verde.

A Cabocla Jurema é descrita, na umbanda, como uma mulher de aparência indígena, com trajes típicos e adornos de natureza.

Ela é retratada com flores, penas, adornos de madeira e com um vaso de barro nas mãos.

Esses adornos simbolizam sua ligação com a natureza e seu papel como protetora e curandeira.

Além disso, ela é frequentemente associada com a lua e com a água, como uma espécie de guardiã desses elementos naturais.

Na doutrina dos Sete Reinos Sagrados, todas as entidades femininas estão ligadas ao quarto reino. o reino das águas.

Na Umbanda, na grande maioria dos terreiros, a Cabocla Jurema é invocada em rituais para cura e proteção.

Muitos umbandistas entendem que ela tem poder para curar doenças físicas e emocionais, bem como proteger as pessoas de violência e mal. Além disso, ela é um guia espiritual de muita força, que ajuda as pessoas a se conectarem com as forças da natureza e a encontrar equilíbrio e harmonia em suas vidas.

É importante notar que a descrição da Cabocla Jurema pode variar de acordo com as diferentes tradições e vertentes da Umbanda.

Cada terreiro tem sua própria forma de venerar e representar essa entidade, e é importante respeitar as diferenças.

Mas o que é certo é que a Cabocla Jurema é uma entidade amorosa, protetora e curandeira, que merece todo nosso respeito e devoção.

No Núcleo Mata Verde – Templo de Umbanda, nós temos um grande respeito e devoção pela Cabocla Jurema. Se você estiver interessado em conhecer mais sobre a doutrina seguida no terreiro  e como ela pode ajudá-lo em sua vida, sinta-se à vontade para visitar nosso terreiro, participar de nossos rituais ou fazer os cursos a distância disponíveis em www.ead.mataverde.org

São Vicente, 12/01/2023

Manoel Lopes

fonte: pesquisa na Internet

Comentário logado facebook

Você pode gostar...

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com