O Espírito como fonte de informações: explorando nossa consciência interior

Flor branca e uma abelha

Durante nossos cursos da doutrina dos Sete Reinos Sagrados, abordamos várias questões, incluindo a natureza do Espírito.

A natureza do Espírito e da Matéria é um tema que tem sido debatido por filósofos, cientistas e pensadores espirituais há séculos.

 Consoante a doutrina umbandista, seguida no Núcleo Mata Verde, o Espírito é uma essência imortal e imaterial, enquanto a Matéria é uma forma condensada de energia.

Embora a Matéria possa ser vista e tocada, o Espírito não pode ser percebido pelos sentidos físicos, mas pode ser experimentado através da consciência e da intuição.

Iniciamos nossos cursos com a discussão sobre o conceito da Trindade Universal, composta por Deus, Espírito e Matéria. Este é um assunto fundamental para a compreensão do universo e de nossa própria existência. Além disso, estabelecemos uma ligação entre a Trindade Universal e o conceito de Olorum, Orum e Aiyê, oferecendo aos nossos alunos uma perspectiva rica e diversificada sobre este tema fundamental.

Nesta fase dos nossos estudos, desafiamos os nossos alunos a refletir sobre o conceito de energia e matéria, especialmente sobre a transformação da matéria em energia. É uma oportunidade para ampliar seus horizontes e questionar as noções convencionais, conduzindo-os a um novo nível de compreensão.

Baseados nos princípios da Trindade Universal, afirmamos que Espírito e Matéria são de naturezas distintas e, por isso, não há conversão entre eles.

O Espírito não se transforma em Matéria e vice-versa. Este é um ponto importante a ser destacado, pois há uma equivocada noção de que o Espírito é uma forma de energia.

É preciso compreender que o Espírito é uma entidade distinta e independente, com sua própria natureza e propriedades, e não pode ser reduzido a uma simples forma de energia.

O espírito pode transmitir informações à matéria, guiá-la e influenciá-la, mas ele é de natureza diferente e não pode ser convertido em matéria ou energia. Não existe a destruição ou transformação do espírito.

É importante compreender a diferença entre espírito e matéria para entender a natureza da vida e do universo.

Esta compreensão é crucial para se ter uma visão mais profunda e completa sobre o universo e sobre nós mesmos.

Lembramos que a palavra “informação” vem do latim “informatio”, que significa “dar forma, modelar”, de onde inferimos que o espírito dá forma a energia.

É como se o espírito (no Orum) gerasse campos de informação que atuariam sobre a energia (no Aiyê), criando as formas existentes.

Uma forma de entender a relação entre a Matéria e o Espírito é compará-los ao hardware e software de um computador. O hardware representa a estrutura física do computador, enquanto o software representa o conjunto de informações e instruções que tornam o computador útil.

Da mesma forma, a Matéria é o “hardware” do ser humano, enquanto o Espírito é o “software” que lhe dá vida e consciência.

Este é um exemplo interessante da difícil compreensão que as pessoas podem ter sobre conceitos abstratos.

Se apresentássemos um computador a alguém há 200 anos, provavelmente eles teriam dificuldades em entender sua natureza e funcionamento, e poderiam até mesmo destruí-lo ao tentar estudá-lo. Talvez serrassem ao meio para encontrar o software dentro do computador.

Da mesma forma, é comum que as pessoas tenham dificuldades em compreender a natureza do espírito e a diferença entre ele e a matéria.

Mas assim como o software é algo diferente da matéria que compõe o hardware do computador, o espírito também difere da matéria. É importante ressaltar que, apesar de não ser matéria ou energia, o espírito tem seu papel no universo e é uma fonte de informações. É necessário estudá-lo com atenção para entender seu papel e sua natureza, e evitar compreendê-lo de forma equivocada.

O Espírito é uma fonte inesgotável de informações e sabedoria, e é através dele que temos acesso a conhecimentos profundos sobre nós mesmos, sobre o universo e sobre a vida após a morte.

A busca pelo autoconhecimento e pelo desenvolvimento espiritual é fundamental para alcançarmos um equilíbrio entre a Matéria e o Espírito, permitindo-nos viver uma vida plena e significativa.

Em resumo, a natureza do Espírito e da Matéria é uma questão complexa e profunda que requer estudos, reflexão e meditação para ser compreendida plenamente.

A comparação com o hardware e software de um computador pode ajudar a entender a relação entre estes dois aspectos do ser humano, e o conceito de que o Espírito é uma fonte inesgotável de informações é uma chave para uma vida mais rica e significativa.

Salve a Umbanda!

São Vicente, 11/02/2023 Manoel Lopes

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com

Descubra mais sobre Instituto Mata Verde

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading