COVID 19 – Uma visão umbandista sobre a pandemia

Faça o download gratuito do ebook COVID 19 – Uma Visão Umbandista.

Se puder fazer uma doação (de qualquer valor), para auxiliar na manutenção do Terreiro, agradecemos.

CLIQUE AQUI PARA FAZER DOWNLOAD GRATUÍTO EM PDF

Se puder fazer uma doação através do Paypal agradecemos. Basta clicar no ícone abaixo:

COVID 19 – Uma Visão Umbandista é um apanhado de textos, que tratam sobre a COVID 19, que foram escritos no período de abril/2020 a setembro/2020 e publicados no Blog de Estudos do Núcleo Mata Verde.

Em cada um dos textos há um link para o texto original.

Não são textos científicos, médicos ou consoladores, a finalidade dos textos é outra.

Se você procura por informações científicas, biológicas ou de cunho materialista sobre doenças infecciosas, recomendamos que busque seu médico ou pesquise em outras fontes.

Se esta é sua intenção, então é desnecessário seguir em frente na leitura.

São cinco textos rápidos, escritos a partir de uma visão esotérica, religiosa e umbandista, que promovem uma reflexão sobre a ação da espiritualidade sobre a vida humana e também apresentam alguns conceitos sobre a origem e motivos (espirituais) desta pandemia.

Como os textos foram escritos no período inicial da pandemia, na época tomamos todos os cuidados para evitar polêmicas e transformar os textos em informações falsas sobre a doença, evitando polemizar o assunto.

Os textos foram apresentados como ficção, embora todos tenham sidos escritos a partir da inspiração do astral e fundamentados na doutrina dos sete reinos sagrados.

Em nenhum momento afirmamos que o conteúdo explanado é verdadeiro, somente queremos abrir o debate para estimular a reflexão à partir da ótica espiritualista umbandista. Sinta-se a vontade para comentar e promover perguntas sobre este assunto.

Utilize os canais disponíveis no site do Instituto Mata Verde.

Também achamos importante promover uma ampliação da consciência dos irmãos planetários e lembrar a urgência em promover as mudanças morais e éticas necessárias para uma nova civilização planetária.

Nosso planeta, conforme estudo da numerologia setenária, está desde o primeiro dia de 2020  até dezembro de 2029, sob a vibração do povo do reino das águas.

Este seres espirituais maravilhosos, estão autorizados a promoverem as mudanças necessárias para a transformação espiritual do planeta.

Os estudantes da doutrina sabem que o quarto reino, o reino da água, é a origem da hierarquia das mães e de todas as entidades que se apresentam com a roupagem fluídica feminina.

Também existem poderosos guerreiros e demais colaboradores que atuam neste reino.

São seres de luz especialmente preparados para trabalharem na vibração do amor, das emoções, das dores humanas, e da vida.

A humanidade caminha para um mundo de regeneração, vivendo os últimos minutos da era de expiação, ainda veremos muito sofrimento e dor nestes minutos derradeiros.

Como relatado nos textos, existem muitas forças espirituais contrárias e que estão fazendo tudo para impedir as mudanças.

Não querem deixar a zona de conforto que se encontram, pois sabem que serão transferidos para outros globos, onde deverão iniciar uma nova caminhada espiritual praticamente do zero.

Necessário que todos se unam, livres de preconceitos, livres do exagerado apego material, com a alma livre e conectada as forças vibratórias que estas mães espirituais irradiam, pois somente assim venceremos as negatividades espirituais.

O fanatismo, de qualquer natureza, é uma das armas utilizadas por estes seres trevosos.

Preconceitos e ideologias que afastem ou segreguem os seres humanos são outras armas utilizadas pelas trevas.

Recomendamos que leiam com calma os textos, não deixem passar nenhum assunto ou ideia, mesmo que não concordem.

O importante é estudarem e refletirem sobre o conteúdo apresentado e que estas reflexões possam ajudar a vencer a inércia espiritual.

Que todos possam produzir mudanças verdadeiras e profundas em suas vidas.

Sempre é Tempo!

Saravá!

São Vicente, 30/05/2021

O Autor.

Você pode gostar...

Deixe um comentário